Lançamentos na pista

 Lançamentos na pista

Setor automotivo brasileiro espera crescimento em 2022 com o lançamento de modelos de diversos segmentos e de marcas variadas

O mercado automotivo promete muitas novidades para 2022. Após dois anos de pandemia, o setor vem se recuperando e as montadoras brasileiras fecharam 2021 com mais de 2,5 milhões de veículos produzidos. No comparativo entre janeiro e novembro do ano passado com o mesmo período de 2020, o crescimento foi de 6,7% na produção de automóveis. Alguns lançamentos “de peso” ao longo do ano passado ajudaram a catapultar os números e reavivaram o mercado.

Para 2022, é esperado que o setor automotivo brasileiro avance 12% nas vendas em relação ao ano anterior, números estes puxados pelas novidades em diversos segmentos, como SUVs, hatches de entrada, picapes, elétricos e sedãs, desde modelos inéditos a novas gerações e versões reestilizadas, de preços variados e previstos para serem lançados em diversos momentos do ano. 

Caoa Chery Tiggo 5X
Novidades em SUVs

Modelo de carro dos mais queridos entre os motoristas brasileiros nos últimos anos, as SUVs devem inundar o mercado automobilístico nacional em 2022. Será uma agenda disputada de lançamentos de utilitários esportivos e crossovers. Teremos SUVs de entrada, compactos, médios, elétricos e até de luxo. 

Utilitário esportivo mais vendido do Brasil, o Jeep Renegade aparece este ano com um novo conjunto mecânico e com novo motor 1.3 turboflex da linha GSE. A Jeep também já prometeu para 2022, no segundo semestre, o lançamento de um SUV híbrido, o Compass Hybrid. Além de receber o sobrenome “Pro”, algumas das novidades do Caoa Chery Tiggo 5X 2022 fica por conta do novo design. Novidades aparecem na parte mecânica e com digitalizações modernas na parte interna do SUV. Já os também chineses da Great Wall Motors devem estrear no mercado brasileiro com uma SUV, no caso o primeiro crossover da Haval, o H6, modelo de porte médio. Outro utilitário do mercado chinês é o BYD Tan, uma espécie de SUV de luxo para brigar por espaço nas ruas e estradas com os europeus.

Jeep Renegade

Mas não são apenas os chineses que trazem novidades direto da Ásia para o mercado brasileiro de SUVs. A japonesa Honda coloca no mercado a nova geração do HR-V, tanto nos modelos compactos quanto nos médios. A Coreia do Sul também apresenta lançamentos para o Brasil: a nova versão da Tucson, da Hyundai, e o Sportage e o Niro, ambos da Kia, e que devem ser comercializados no país em sua versão híbrida.

Das marcas mais tradicionais, um destaque deste segmento é o Chevrolet Equinox. A previsão é que o Equinox 2023 seja apresentado no primeiro semestre e vendido no Brasil na versão mais completa, a Premier. Quem também tem novidades é a Fiat. A montadora italiana já está fazendo os protótipos do Fastback em Betim (MG). Irmão do projeto Pulse, este crossover compacto é baseado na Toro e inspirado no carro-conceito Fastback, de 2018.

New City hatchback

Já a alemã Volkswagen promete o lançamento do Tiguan, que deve desembarcar do México, onde é fabricado. O utilitário esportivo de sete lugares tem motor 2.0 TSI turbo. Outra que vem com inovações é a marca francesa Citröen, no caso o C5X Hybrid, utilitário médio e que sairá em meados do ano em modelo de luxo.

Carros para todos os gostos

Como dito, automóveis para vários tipos de gostos e bolsos devem ganhar lançamentos no país. Um deles é o campeão de venda do mercado nacional no ano passado. O Fiat Strada chega com sua versão 2022, modelo flex e muito econômico na questão consumo de combustível. Já um veículo que estava fora de linha e volta no segundo semestre deste ano é a Nova Montana, da Chevrolet. A nova geração da picape só manterá o nome usado no passado, já que crescerá em tamanho e terá quatro portas. 

Os carros elétricos vão continuar em crescimento no Brasil neste ano, mesmo após o mercado ter triplicado em 2021. Além dos híbridos, apresentados no texto, muitos carros 100% elétricos serão opções para quem quer deixar de frequentar os postos de combustíveis. Um que deve ajudar na popularização dos carros elétricos no país é o Kwid ZE, da francesa Renault. O subcompacto consegue ser recarregado em menos de uma hora em carga rápida.

A norte-americana Ford promete um SUV elétrico com o lançamento do Mustang Mach-e. Previsto para o segundo semestre, será uma espécie de vitrine tecnológica dos norte-ame-
ricanos por aqui, com preços acima dos R$ 450 mil. Outra empresa que vem com tudo no mercado de elétricos é a Mercedes-Benz. Os alemães preparam uma trinca de novidades em 2022, com o
EQA, o EQB e o EQS. Outros lançamentos elétricos que devem dar as caras são o ID.3 e o ID.4, da Volkswagen, o Taycan GTS, da Porsche, o C40, da Volvo, e o i4 e o iX, da BMW. 

Quem deve reforçar o mercado de picapes médias neste ano é a Peugeot, que promete a chegada da Landtrek. Modelo inédito, ela terá versões cabine dupla, voltadas a frotistas e ao consumidor final. A Landtrek foi desenvolvida em conjunto com a fabricante chinesa Changan. Outra marca que vem com novidades em relação às picapes, mas neste caso de grande porte, é a Ford, com o Maverick. Também de modelo inédito, a picape traz diversos opcionais e motor 2.0 EcoBoost de 240 cavalos de potência.

Repaginado também será o C3, da Citröen. Nesta nova geração, o modelo ganhou estilo inspirado em SUVs, como altura elevada do solo, rack de teto e molduras plásticas ao redor das caixas de roda. A previsão é para chegar às concessionárias em março. Outra marca que promete uma nova versão é a Honda, com a 11ª geração do Civic. Mas o sedã deve aparecer nas concessionárias da marca japonesa apenas no último trimestre de 2022. Antes, a Honda lança o New City hatchback, previsto para março. Ele representa uma renovação completa do modelo, que vai chegar em duas versões (EXL e Touring).

Quem chega cheia de novidades para marcar seu lugar de vez no mercado brasileiro é a Toyota. É esperado para 2022 o lançamento de diversos modelos da marca, como o reestilizado Yaris, a Hillux GR Sport, o Cross GR Sport, o Hatchback GR e até mesmo a gigantesca picape Tundra.

Posts Relacionados